20 FEV | Feminismos em Performances por Aline Salmin Juliana Bom-Tempo

Feminismos e Performances se caracterizam pelos pluralismos dos modos de estar no mundo. Não admitem discursos que generalizem, que identifiquem, que se fechem em algum modelo ou postura. Há um convite à construção de pontos de contato que criem re-existências inseparáveis na vida.
É assim a proposição da 3ª edição da Mostra de trabalhos artísticos ligados à Performance Arte que tenham o Feminismo como tema.
Uma busca por interfaces politico-estéticas voltadas às
sensibilidades como afirmação da vida, dos encontros e dos percursos femininos que atravessam simultaneamente distintas idades, contextos e conexões.

As duas últimas mostras aconteceram em Uberlândia/MG e a terceira será acolhida em Campinas/SP no AT AL 609

dias 20 e 21 de fevereiro às 19:30.
Os trabalhos apresentados serão: a dobra,o dentro (2018) – Aline Salmin e Juliana Bom-Tempo; BORRA (2017) – Aline Salmin e MAMA’ (2018) – Juliana Bom-Tempo.

As Artistas:
Aline Salmin
Artista, pesquisadora, produtora cultural, etc.
Bacharel em Dança pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
Mestranda em Artes Cênicas – Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas
(PPGAC/UFU).

Juliana Bom-Tempo
Performer em processo.
Professora do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas e da Graduação
Bacharelado em Dança da Universidade Federal de Uberlândia (IARTE/UFU).