Trata-se de uma Ação que discute a dialética entre vida e morte e se dá pela interação da artista com uma escada pendurada que une dois pisos de um lugar, do térreo ao primeiro andar.

Enquanto desce a escada a artista lê um documento (testamento) e o corpo movendo-se  se oculta por dentro da saia de tecido branco vestida por ela.

Ao mesmo tempo um vídeo , de uma cirurgia cardíaca sofrida pela artista em 2009 é projetado sobre a cena/parede fazendo com que o corpo que desce a escada se transforme plasmando-se em uma única imagem como se fosse parte da mesma.

Estas imagens foram incorporadas em meu trabalho que já trazia em diversas formas e metáforas, o coração, ícone/signo usado para questionar e resignificar os conceitos de vida/morte/vida.

Neste projeto, são ainda discutidas as relações entre o exterior, invólucro e o interior, que é envolvido por ele, e o apagamento dos mesmos sugerindo uma nova condição de Corpo.

 

Link: http://accionesalmargen.wix.com/festival#!invitados/galleryPage